Que a segurança pública na Paraíba é o calo do Governo de Ricardo Coutinho isso ninguém duvida, mas ao olharmos algumas ações e decisões de quem comanda a Segurança no Estado, a constatação é de perguntar como conseguem convencer o governador das decisões tomadas na Pasta.

Diante de decisões que são questionáveis o governador tem segurado a cúpula da Segurança e pago caro por isso. As ultimas decisões que envolvem a região da Grande Campina Grande mostram claramente que mesmo equivocadas, na opinião de muitos, garantem sensações que levam a população a desconfiar do efetivo sucesso.

A criação do 15º Batalhão em Esperança é criticada na própria caserna, pois segundo os policiais estão tirando de onde não tem, mas mesmo assim a decisão é comemorada como o tiro final na violência da região que abrange o Batalhão, mas os Conselhos de Segurança dos municípios afetados, como foi o caso do Conselho de Montadas, que ao ver os poucos policiais que ficavam no destacamento da cidade e que junto a municípios como Puxinanã, Areial e outros passam a ter os policiais destacados no Batalhão e realizando rondas e ações esporádicas, sem a presença efetiva na cidade.

Mesmo com a criação, a imagem passada é de que aumenta o efetivo, mas nos bastidores sabe-se que a diminuição do efetivo do 2º BPM é ainda mais preocupante e sentido nas ruas de Campina Grande. Com essa situação é sensível à falta de efetivo policial nas ruas de Campina, mas o pior ainda estava por vim.

O comando regional da Policia Militar sediado em Campina Grande decidiu piorar a situação e agora não divulga mais o balanço policial, que era repassado à imprensa pelo CIOP e que agora dificulta o acesso as informações oficiais pela imprensa. A justificativa é pífia, excesso de trotes ao serviço 190. Com uma decisão infeliz como essa aumentam as especulações sobre os verdadeiros motivos da não divulgação e entre elas a maior especulação, a de que o comando não divulga as informações para evitar a exploração dos números que assustam e amedrontam a população.

Com tudo isso, as ações de que quem é responsável pela Segurança no Estado mais atrapalham do que ajudam.

Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!