Bandidos armados cercaram a delegacia de Baía de Traição, Litoral Norte paraibano, a 92 km de João Pessoa, e explodiram um terminal de atendimento bancário, na madrugada deste domingo (3).

Segundo o comandante da Polícia Militar na região, major Alberto Filho, o ataque aconteceu cerca de trinta minutos depois que plantonistas encerraram uma etapa da patrulha noturna. “Os policiais fizeram rondas das 3h às 3h30 e voltaram para a delegacia. Por volta das 4h, o prédio foi cercado por alguns bandidos, enquanto outros atuavam na explosão no terminal bancário. Vários tiros foram disparados como forma de intimidação, mas ninguém se feriu”, informou o major, ao Portal Correio.

Ele disse que, pela falta de estrutura na delegacia e por estarem em menor número, os policiais não tiveram como reagir aos tiros efetuados pelos criminosos e ficaram acuados. Eram três policiais de plantão e a PM acredita que ao menos 10 criminosos tenham atuado no ataque.

As grades e portas do terminal bancário foram totalmente destruídas na explosão. Os bandidos conseguiram roubar o dinheiro do caixa eletrônico. O valor não foi divulgado. Após o ataque, a quadrilha fugiu em dois carros, deixando uma dinamite intacta no terminal. O explosivo foi recolhido pela equipe de perícia.

Um dos carros usados pelos assaltantes, com queixa de roubo prestada em Campina Grande, foi abandonado na Aldeia Coqueirinho. A Polícia Militar acredita que o bando criminoso conta com apoio de moradores da região. “Pelo curto tempo entre as rondas e o ataque, acredito que alguém passou a informação sobre a volta dos policiais à delegacia. Essa suspeita será investigada”, completou o comandante Alberto Filho.

A PM pretende usar imagens de câmeras de segurança da região para identificar suspeitos.

Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!