Ascom

A 115ª sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Campina Grande, durante a manhã dessa quarta-feira (06), reuniu os parlamentares campinenses para discussão e aprovação de 130 requerimentos, solicitando do Poder Executivo e órgãos competentes benefícios que vão contribuir para a melhoria na qualidade de vida dos cidadão nos bairros e distritos da cidade.

As demandas votadas trazem questões sobre a infraestrutura urbana, com pavimentações, ações organizadas pela STTP para aperfeiçoamento do trânsito, revitalização e construção de prédios públicos que dão suporte a área de esporte e lazer, além de reforçar o pedido de projetos voltados para educação, saúde e segurança em todo o município.

Foto: Ascom

Os vereadores, ainda preocupados com a qualidade e a eficiência hídrica em Campina Grande e região abastecida pelo Açude Epitácio Pessoa, também aprovaram o requerimento Nº 4.043/2017 de autoria do parlamentar Sargento Neto que pede esclarecimentos por parte da AESA, além da ANA e CAGEPA, sobre o não aumento no volume de água do reservatório no último mês e preocupa toda a população nesse momento.

Compartilhando da mesma procupação sobre as reservas de água destinadas ao município, o vereador João Dantas teve o requerimento Nº 4.114/2017 aprovado por unanimidade, com o pedido direcionado à bancada paraibana na Câmara dos Deputados para aquisição de emendas que garantam a retomanda do Projeto Multilagos, uma reserva estratégica para evitar colapso no abastecimento.

Finalizando a votação das matérias, o parlamentar Márcio ainda apresentou a requisição Nº 4.139/2017 com o objetivo de atender os campinenses que precisam dos serviços oferecidos pelas Cozinhas Comunitárias e Restaurantes Populares, solicitando ao governantes federais, estaduais e municipais a ampliação desse programa social com parcerias que implementem e proporcionem o avanço desse trabalho.

Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!