A respeito das afirmações do Sintab de que foi movida uma ação judicial para bloquear as contas da Prefeitura de Campina Grande, devido ao não pagamento do mês de dezembro aos servidores municipais, alegados pelo Sindicato de que seriam da Saúde, Educação, e até da Finanças, o secretário de Administração, Paulo Roberto Diniz, disse que o pagamento que estava faltando foi realizado nesta quarta-feira, 10.

Ele confirmou a informação da falta do pagamento, mas desmentiu que os servidores que estariam sem receber seriam do magistério e da educação, e sim os que possuem salários acima de 10 mil.

– O que ficou faltando pagar foram uma média de 80 servidores que ganham acima de 10 mil. O atraso foi devido ao não cumprimento, por parte do Governo Federal, de uma verba extra que deveria entrar no dia 18 de dezembro e não foi enviada. O prefeito, usando de inteligência, priorizou o pagamento dos servidores que recebem menos. Qualquer gestor de boa fé e organizado faria o mesmo – disse Paulo.

O secretário disse que foram apenas dois dias de atrasos, o que não ocasionou a interrupção dos serviços prestados à população.

Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!