Afinal, você compraria um carro usado a Gilmar Mendes? por Edson Pereira

Afinal, você compraria um carro usado a Gilmar Mendes? por Edson Pereira

Na ânsia cada vez maior de liberar o bandido-mor do Brasil, Lula, o ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), criticou nesta terça-feira (23) as condutas da Operação Lava Jato e questionou inclusive se os colegas da Segunda Turma comprariam um carro do ex-juiz Sergio Moro ou do procurador Deltan Dallagnol.

Usando o pensamento do Ministro considerado uma vergonha para o judiciário brasileiro, inclusive sendo acusado por um ex-companheiro do Supremo, Joaquim Barbosa de acobertar capangas, quando em 2009, o então presidente do STF protagonizou uma dura discussão no tribunal, uma das mais acaloradas da história do plenário do Supremo. Durante o debate, Barbosa acusou o ministro Gilmar Mendes de manter “capangas” no Mato Grosso, a pergunta é quem compraria um carro usado do ministro Gilmar Mendes?

O ministro Gilmar Mendes tem se destacado como o mais polemico membro do STF, que tem caído no prestigio junto aos brasileiros pelo excesso de decisões esdruxulas e subjetivas e que na maioria das vezes vão de encontro ao pensamento comum e das leis. Mendes é por assim dizer, a cara de um Casa que perdeu credibilidade e que na ânsia de ajeitar os seus tem pecado no seu maior mandamento que é ‘guardar a Constituição’.

Desde o inicio que a operação Lava Jato recebeu a oposição de Gilmar Mendes e em sucessivas opiniões, o Ministro se posicionou contra e fez de tudo para sepulta-la, as prisões e sucessivas denuncias segurou os ânimos de Mendes por um certo tempo, mas já de 2019 para cá, ele tem cada vez mais usado e abusado do direito de liberar, soltar e tentar definitivamente acabar não só com a ‘operação’, como também acabar com a reputação do ex-juiz Sergio Moro.

Para tentar controlar o ímpeto libertador de Gilmar Mendes o próprio companheiro do Supremos, Edson Fachin, relator dos processos da Lava Jato na Casa terminou transferindo o domicilio das ações e colocando o ex-presidente, e chefe da quadrilha Luiz Inácio Lula da Silva achar que esta inocentado, apenas por ter os processos transferidos de Curitiba para Brasília, sabendo-se que tem tudo para prescrever e deixar a Justiça Brasileira desmoralizada.

Gilmar Mendes terminou convencendo a 2ª turma de que Moro agiu de forma parcial para condenar Lula em processo sobre o tríplex do Guarujá. 

A ação julgada pela Segunda Turma foi movida pela defesa do ex-presidente. Os advogados apontam diversas ações de Moro para justificar a tese de suspeição, como o grampo feito no escritório de defesa do ex-presidente e a condução coercitiva para depoimento em 2016 sem que Lula tivesse sido intimado previamente.

Gilmar afirmou que a Lava Jato atuou como um “tribunal de exceção”. “O tribunal de Curitiba é conhecido mundialmente como um tribunal de exceção. Enche-nos de vergonha”, disse. “A desmoralização da Justiça já ocorreu”, afirmou o magistrado.

A pergunta que fica é quem enche o Brasileiro de mais vergonha? Gilmar Mendes que se comporta com ‘coronel’ sem o mínimo de preocupação com a ética ou moral, sendo considerado um estorvo para o STF e a Justiça Brasileira, ou um Tribunal que condenou bandidos que roubaram descaradamente o país?

Ainda na tentativa de intimidar e criar um ambiente de medo, Gilmar Mendes criticou o voto do ministro Nunes Marques, feito também nesta terça, e que levou o placar do julgamento da suspeição de Moro para 3×2 contra a tese, mas que estranhamente terminou com a mudança de voto da ministra Cármen Lúcia, que havia se manifestado no início do julgamento, em 2018, afirmou que teria um novo voto para ler. Ela não só mudou o seu próprio entendimento, como mudou o placar que foi revertido em 3×2 a favor da suspeição de Moro.

Acostumado a levantar o tom, o ministro Gilmar Mendes parece que não terá mais embates contrários, sua falta de educação é igual sua falta de ética e parece que tem dado certo, pois faz com que uma Ministra mude despois de três anos o seu pensamento e voto.

Afinal, você compraria um carro usado a Gilmar Mendes?