27 de setembro de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
DestaquesParaíba

Ao juntar as ‘Quadrilhas’, PT pode ficar afastado de João Azevedo

O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), Jackson Macêdo, durante entrevista nesta terça-feira (3), afirmou que as alianças políticas construídas pelo governador João Azevêdo (Cidadania) para 2022 podem atrapalhar uma possível aliança com o ex-presidente Lula (PT). Ao receber a ‘quadrilha’ da Calvario a mando da ‘quadrilha’ do mensalão, segundo as investigações do Gaeco, o PT vai se afastando de João.

Jackson Macêdo apontou que os nomes de Efraim Filho (Democratas), candidato ao Senado, e Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), ambos da base do governador, não representam a bandeira petista e são aliados do opositor, o presidente Jair Bolsonaro.

“A aliança que se constrói e o palanque que João Azevêdo tem montado para as eleições do próximo ano é um que pode dificultar a aproximação com a esquerda. Você ter como alternativa ao Senado Efraim Filho [Democratas], que é de um partido extremamente opositor e diferente do campo da política que o PT defende?”, disse.

“Por outro lado, tem o PP de Aguinaldo Ribeiro, que agora mais do que nunca se aproxima de Bolsonaro e vai estar com ele em 2022 com a indicação de Ciro Nogueira para a Casa Civil? Então há de se convir que essa construção pode atrapalhar sim 2022”, afirmou o presidente estadual do PT.

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!