15 de outubro de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
ColunistasDestaquesParaíba

Arrogancia e ‘rei na barriga’ na antecipação de 2024

Muitos prefeitos estão comendo o ‘pão que o diabo amassou’, com a possibilidade de antecipação das discussões de sucessão, com três anos de antecedência, principalmente aqueles que não terão direito a reeleição, e os ‘aliados’ começam a querer aparecer mais que a gestão. 

O jogo de vaidades toma conta e os grupos se esfacelam antes mesmo de se passar pelo pleito de 2022, quando o Brasil escolherá presidente, governadores, senadores, deputados estaduais e federais. Prefeitos que ainda não venceram o primeiro ano de mandato enfrentam o disse me disse e as picuinhas politicas de personalidades que precisam aparecer para tentarem ser os escolhidos a sucessão em 2024.

Em alguns municípios do compartimento da Borborema, a discussão já avançou ao ponto de declaração de rompimento já ser dada. O caso de Areial é emblemático, a arrogância do atual prefeito Adelson Benjamin em não ouvir o seu grupo e tentar impor goela abaixo o nome de sua sobrinha Camila como a candidata, como fez em 2012 e terminou perdendo às eleições não só revolta aliados como provocou racha e realinhamento politico, e terminou que dois vereadores da base: Luciano e Ronaldo (esse último cunhado do prefeito) romperam e terminaram declarando apoio a candidatura a deputado estadual do prefeito de Lagoa Seca Fábio Ramalho.

Adelson Benjamin é o típico politico arrogante que acha que o mundo gira em torno de seu umbigo e igual a políticos antigos que usaram da soberba e terminaram em declínio politico ver agora seu ‘império’ ruir, e outros aliados tomarem o mesmo caminho dos vereadores e abandonarem o barco, mesmo ele tentando estancar a sangria lançando o nome de sua esposa, Silvia a uma disputa transloucada a uma vaga na Assembleia Legislativa.

O Conselho de políticos feitos na batalha longa da politica é que não se antecipa pleito sob pena de perder a todos. às eleições de 2022 pode ser um divisor de águas em relação ao equilíbrio de forças em muitos municípios, mas os prefeitos precisam de muito bom senso para manter grupo unido e vaidade afastada, nem sempre o melhor nome é o que deve ser escolhido, se não for para manter o grupo unido.

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!