Arthur Lira cobra governadores e prefeitos por discrepância entre distribuição e aplicação de vacinas

Arthur Lira cobra governadores e prefeitos por discrepância entre distribuição e aplicação de vacinas

Após reunião do Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento da Pandemia da Covid-19, o presidente da Câmara, Arthur Lira(PP-AL), questionou o descompasso entre o número de doses de imunizantes contra o novo coronavírus distribuídas aos estados e municípios e a quantidade aplicada. O portal Terra Brasil Notícias noticiou mais cedo que apenas 51% das vacinas distribuídas pelo governo Bolsonaro foram utilizadas.

“Por que o Brasil distribuiu 34 milhões de doses de vacinas e nós só temos 18 milhões de doses aplicadas? Eu não acredito, não acho que seja possível que nenhum governador e nenhum prefeito não estejam vacinando. Nós estamos com déficit de quase 14 milhões de vacinas nos gráficos oficiais”, pontuou ele.

Ele citou o caso de um estado que recebeu 3 milhões de doses e só repassou a informação de que vacinou 1,5 milhão de pessoas.

Ainda assim, o deputado afirmou que não suspeita de má vontade ou má-fé de governadores e prefeitos. Ele defendeu que a pasta comandada por Marcelo Queiroga monte um grupo de controle das informações.

“A nossa solicitação é de que o Ministério da Saúde forme, urgentemente, um grupo ainda mais rígido de controle desses dados”, defendeu.