Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Cidades

Balduíno Neto preside audiência da LDO

O vereador Balduíno Neto (Prós) tem se destacado na Câmara de Vereadores de Campina Grande pela sua desenvoltura em diversas áreas. Empresário Balduíno levou para a Casa Félix Araújo uma dinâmica objetiva que tem facilitado o seu trabalho apresentando propostas importantes para Campina Grande.

Nesta terça-feira (7), Balduíno participou na Câmara Municipal de Campina Grande de mais uma audiência para discussão da LDO, Balduíno que é um dos membros da Comissão de Orçamento da CMCG, presidiu a maior parte da sessão que contou com a participação dos membros do Orçamento Participativo e de secretários de diversas pastas.

realizou o segundo dia de audiências públicas para debater a Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano de 2023. Na ocasião foram debatidos os orçamentos destinados ao Instituto de Previdência do Servidor Municipal (Ipsem); Agência Municipal de Desenvolvimento (Amde); Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel); Secretaria Municipal de Cultura; e Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma).

A audiência contou com a participação dos vereadores Sargento Neto(PL), Balduíno Neto (Pros), e secretariada pela vereadora Jô Oliveira (PCdoB).

O debate se iniciou com as falas do secretariado municipal que apresentou as diretrizes que estão sendo pensadas para o orçamento do ano que vem, e após essas explanações a fala foi aberta para os membros do Orçamento Participativo (OP) e outros representantes da sociedade civil presentes na audiência e que puderam trazer seus questionamentos e dúvidas.

Durante a audiência foram apresentadas demandas sobre o calçamento de ruas, descentralização das atividades culturais, política de atendimento e controle dos animais de rua, ações de enfrentamento à dengue, construção de praças, e outras.

 
Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!