Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Paraíba

Bancada de oposição quer mexer em duas peças na ALPB

A novidade apontada nesta terça-feira pelos oposicionistas e a possível volta de Aníbal Marcolino (PSD). O futuro líder da bancada, Bruno Cunha Lima (PSDB) foi o responsável por acender essa tese 

Assembleia Legislativa da PB

A bancada de oposição pode mexer em duas peças de sua composição nos próximos dias na Assembleia Legislativa da Paraíba. Uma delas é o deputado Tovar Correia Lima (PSDB), cotado para assumir a Secretaria de Habitação recém-criada em Campina Grande, que abriria espaço para a vereadora pessoense Eliza Virgínia (PSDB) assumir uma cadeira na Casa. A novidade apontada nesta terça-feira (20) pelos oposicionistas e a possível volta de Aníbal Marcolino (PSD).

O futuro líder da bancada, Bruno Cunha Lima (PSDB) foi o responsável por acender essa tese na Assembleia. O tucano, no entanto, não quis revelar quem deve abrir essa ‘vaga’ para Aníbal na Casa, já que precisaria que mais um parlamentar se afastasse, além de Tovar. Aníbal está no PSD, mas disputou o cargo de deputado em 2014 pelo PEN.

“Aníbal já foi deputado, já tem um trabalho reconhecido. Tudo depende da articulação interna. Ao longo de toda a legislatura temos uma movimentação para brindar os colegas, nada mais justo. A gente vem fazendo isso com muita frequência, mas isso deve partir de uma articulação de grupo”, confessou Bruno.

Já com relação a saída de Tovar para a ida de Eliza para a Assembleia o assunto ainda está sendo discutido, conforme o próprio deputado explicou. “O prefeito nos convidou, mas ainda não está confirmado, mas Campina Grande precisa muito dessa Secretaria de Habitação e a criação dela não trará custos para a prefeitura”, falou.

(Correio Online)

 
Redação
the authorRedação
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!