19 de setembro de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
BrasilEconomia

BC define nova taxa de juros nesta quarta; analistas preveem aumento para 5,25%

O Banco Central (BC) deve aumentar nesta quarta-feira em um ponto percentual a taxa básica de juros, a Selic, para o ano de 2021. A previsão é um consenso entre os analistas de mercado ouvidos pelo GLOBO sobre a revisão que será anunciada nesta quarta-feira pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

Com isso, a taxa que hoje está em 4,25% subiria para 5,25%. Até o fim do ano, porém, a expectativa é que haja novos aumentos, levando a Selic para o patamar de pelo menos 7% ao ano. O principal motivo para isso é a alta da inflação.

Caso as previsões se concretizem, essa seria a maior alta desde o dia 5 de dezembro de 2017, quando o comitê aumentou a Selic em 1,15%. Já a taxa anual de 5,25% seria a maior desde 18 de setembro de 2019, quando bateu 5,5%. A última vez que a Selic encerrou um ano perto dos 7% foi em 2017.

Aumentar a taxa de juros é uma estratégia utilizada pelo Banco Central para frear o consumo e, assim, reduzir a demanda, fazendo com que haja menos espaço para aumento de preços.

Há dois fatores que influenciam no aumento dos juros no Brasil neste momento: a inflação, que já acumula alta de 4,88% em 2021, é mesmo o principal. Mas também afeta essa decisão o estado das contas públicas do país.

O objetivo do BC é manter a inflação o mais próximo possível da meta, que é de 3,75% este ano, sendo que a margem de tolerância é de 1,5 ponto percentual, ou seja, de 2,25% a 5,25%.

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!