2 de agosto de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
DestaquesPolítica

Bolsonaro quer mudança na politica de preços dos combustiveis pela Petrobrás

O presidente Jair Bolsonaro quer que a Petrobras realize estudos para que o brasileiro tenha “previsibilidade no aumento” dos preços dos combustíveis.

O Presidente argumentou que a medida não é uma ingerência sobre a companhia, mas em seguida criticou a atual política de preços e, ao comentar a demissão do ex-presidente da estatal, Roberto Castello Branco, arrematou: “É para interferir mesmo, eu não sou o presidente?”

O mandatário deu as declarações em conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília.

Questionado sobre um simpatizante se haveria redução nos valores da gasolina, Bolsonaro queixou-se da atual política de preços, atrelada às variações internacionais.

“Tem uma fórmula automática lá que varia de acordo com o preço lá fora e o valor do dólar aqui dentro. Se é para reajustar dessa maneira, pode colocar um qualquer lá na Petrobras. É só seguir a fórmula, alguém que saiba somar e subtrair, não precisa nem saber multiplicar e dividir”, disse.

Em fevereiro, Bolsonaro indicou Silva e Luna para o comando da estatal. A saída de Castello Branco foi uma derrota para o ministro Paulo Guedes (Economia), que defendia a permanência do atual executivo no cargo e era contra intervenções na companhia.

O presidente estava insatisfeito com os reajustes nos preços dos combustíveis e temia os efeitos das correções em sua popularidade, principalmente em grupos simpáticos ao governo como os caminhoneiros.

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!