16 de outubro de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
DestaquesPolítica

Brasil supera marca de 110 milhões de doses de vacinas Covid-19 aplicadas

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga,participa da cerimônia de lançamento da Campanha de Conscientização sobre Medidas Preventivas e Vacinação contra a Covid-19, e o lançamento da Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19.

Ministério da Saúde já distribuiu mais de 143 milhões de doses de vacinas aos estados e Distrito Federal desde o início da campanha de vacinação.

O Brasil segue em ritmo acelerado na Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19. Prova disso é que mais de 110 milhões de doses de vacinas já foram aplicadas na população. Com o esforço do governo federal, estados e municípios, mais da metade da população vacinável já recebeu pelo menos uma dose do imunizante, ou seja, mais de 80 milhões de brasileiros tomaram a primeira dose da vacina Covid-19. 

No Brasil, considera-se público vacinável pessoas maiores de 18 anos, o que corresponde a cerca de 160 milhões de brasileiros. O Ministério da Saúde já distribuiu mais 143 milhões de doses de vacinas Covid-19 para estados e Distrito Federal, possibilitando a imunização de 100% dos grupos prioritários da campanha, com pelo menos uma dose da vacina. 

Para o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a marca atingida vai além dos números. “Os efeitos da nossa campanha de vacinação podem ser percebidos na redução de óbitos e de internações decorrentes da doença. Estamos no caminho certo para salvar cada vez mais vidas”, afirmou. 

Queiroga também ressaltou a importância de que a população complete o esquema vacinal com as duas doses dos imunizantes, quando necessário. “A melhor vacina é aquela aplicada no braço do brasileiro. E, para que ela tenha o efeito desejado, é preciso que a pessoa vá até o local de vacinação no prazo correto e tome a segunda dose. Só assim a imunização estará completa”, reforçou. 

O Ministério da Saúde lançou nesta quarta-feira (7/7) campanha para incentivar a vacinação com a segunda dose do imunizante. Entre as vacinas liberadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para serem aplicadas no Brasil, deve-se tomar a 2ª dose dos imunizantes da AstraZeneca/Fiocruz, da Pfizer/BioNTech e da Coronavac/Butantan. Apenas a Janssen, da farmacêutica Johnson & Johnson, é dose única. 

Pátria Vacinada 

A imunização da população brasileira é prioridade número um do Ministério da Saúde, que já contratou mais de 630 milhões de doses de vacinas Covid-19 para 2021 por meio de acordos com diferentes laboratórios. Em julho, a previsão é que o Ministério da Saúde receba dos laboratórios contratados mais de 41 milhões de doses de vacinas Covid-19. 

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!