Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Política

Bruno Roberto defende Bolsonaro de acusações infundadas proferidas pelo ex-presidiário Lula

Presidente da República foi chamado de “genocida” durante passagem de Lula por Campina Grande nesta terça-feira

Pré-candidato ao Senado pelo PL, Bruno Roberto saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro após o chefe do Executivo Federal ser chamado de genocida durante a passagem do ex-presidente Lula por Campina Grande nesta terça-feira, dia 2.

 

De maneira mentirosa e até criminosa, Lula tenta imputar ao presidente culpa pelas mortes causadas pelo coronavírus, tentando negar o fato de que foi Bolsonaro o principal responsável por tentar amenizar os efeitos da pandemia na saúde e na vida econômica dos brasileiros.

“Genocídio é o mais grave dos crimes e o presidente nunca foi condenado por isso. Acusar de criminoso quem não cometeu um crime está tipificado no Código Penal. Fazer isso é mais uma vez mentir, tentar enganar e querer fazer o povo brasileiro de palhaço. A típica forma da esquerda fazer política: mentir, caluniar e tentar difamar a todos”, disse Bruno.

Bruno Roberto disse ainda que “o país só não caiu no caos porque o presidente Jair Bolsonaro e a equipe de governo colocaram em prática políticas que deram ao povo uma condição de se reerguer após esse período terrível da pandemia. Quem quer negar isso é mentiroso e não merece nenhuma confiança de quem quer que seja”.

Assessoria de Comunicação

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!