Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

DestaquesParaíba

Caloteiro? Julian Lemos é condenado por calote Eleitoral

O deputado federal Julian Lemos, do Partido Social Liberal (PSL), atual (UNIÃO BRASIL) sofreu mais uma derrota na ação de cobrança de dividas de campanha, com a empresa Lupa Comunicação e Marketing. A 1ª turma recursal permanente da Capital, deixou de reconhecer o recurso do deputado por falta de recolhimento do preparo, ou seja: não consta o pagamento do deputado à Justiça para continuidade do recurso.

“O deputado federal Julian Lemos, Presidente do Partido, sendo assim o agente responsável pelos atos da agremiação, tentou dar calote até mesmo na justiça,” disparou o jornalista Marcos Cavalcanti, revelando ao blog que o deputado não teve o recurso avaliado por falta de pagamento à Justiça.

Em resposta, Júlia Lemos esclareceu que não é parte em processo e detalha que não há legitimidade em cobrança feita por empresário na Justiça.

“Eu não sou parte no processo, sequer sou citado, e nem partido de acordo com a lei deve pagar custas. Existe recurso”, garante o parlamentar.

“Não posso autorizar pagar algo, que não foi autorizado, que não tem contrato, algo totalmente indevido. Tal dívida não teve autorização, não teve o básico, um contrato, um e-mail, um WhatsApp, nenhuma candidato reconhece a prestação de serviço, nenhuma candidato usou ou consta no TRE, é simples, agora dizer que sou caloteiro, eu acho que passou dos limites”, disse o deputado.

Pbagora

 
Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!