Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

DestaquesMundo

China e Taiwan mobilizam forças armadas que pode desencadear uma nova guerra

Nesta terça-feira (2) uma nova crise no estreito de Taiwan está se desencadeando, acontece que os exércitos de China e Taiwan foram mobilizados e pode gerar um conflito armado. Tudo isso se deu por conta da visita de Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos EUA a Taiwan.

Essa viagem é a primeira de uma liderança política de alto escalão de Washington em quase três décadas; presidente da Câmara afirma que mundo enfrenta ‘escolha entre a autocracia e a democracia’.

 

Apesar das promessas da Casa Branca de que tudo transcorrerá “em segurança”, a China, que considera a ilha autogovernada parte do seu território, disse que a visita representa uma violação de sua soberania e iniciou manobras militares na região, incluindo nos arredores de Taiwan.

Em comunicado divulgado pouco depois da chegada, Pelosi afirmou que a visita “honra o compromisso inabalável dos EUA com o apoio à vibrante democracia taiwanesa”. “A solidariedade dos EUA com os 23 milhões de habitantes de Taiwan é mais importante do que nunca, no momento em que o mundo enfrenta uma escolha entre a autocracia e a democracia”, escreveu a presidente da Câmara, que é a segunda na linha de sucessão do presidente dos EUA.

Pelosi disse que a viagem “de forma alguma contradiz a longeva política dos EUA” para Taiwan, estabelecida nos anos 1970 e que é marcada por um robusto apoio militar, mas sem o estabelecimento formal de relações diplomáticas. Conhecida crítica da China e considerada “persona non grata” no país, ela não confirmou a viagem até deixar a Malásia. A ida a Taiwan não aparecia no roteiro divulgado à imprensa, que incluía também escalas em Cingapura, Coreia do Sul e Japão.

Antes da chegada de Pelosi a Taiwan, a China anunciou uma série de exercícios de artilharia no Mar de Bohai, próximo ao Mar Amarelo. As manobras começaram na segunda-feira e devem seguir até a quinta. O comando militar chinês também anunciou manobras no Mar do Sul da China e no próprio Estreito de Taiwan, e algumas áreas foram fechadas à navegação pelo menos até sábado.

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!