Damião deverá sair de licença-médica e Ana Claudia assumirá mandato


Damião deverá sair de licença-médica e Ana Claudia assumirá mandato

Após quase dois meses intubado em uma UTI no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, devido a complicações da Covid-19, o deputado federal, Damião Feliciano (PDT), apresentou melhora e obteve alta na última semana. O parlamentar segue se recuperando em São Paulo, acompanhado da vice-governadora, Lígia Feliciano (PDT).

O deputado passou por perícia pelo departamento médico da Câmara Federal, há mais de uma semana, e estaria apto a pedir licença de 121 dias para tratamento de saúde, o que pode acontecer no próximos dias. O parlamentar está de licença desde o dia 1° de fevereiro, quando foi internado em São Paulo por complicações da Covid-19.

O atestado se encerrou no dia 04 de março e, desde o dia 08 de março, vem sendo computadas ausências do parlamentar nas sessões. Os dados estão no Portal da Câmara dos Deputados. Em 2021, foram 23 dias de sessões deliberativas, incluindo a que elegeu o novo presidente da Casa, sendo que em 10 dias as ausências não foram justificadas.

Caso Damião tire licença da Câmara, quem assume o mandato é a secretária de Estado da Articulação e do Desenvolvimento Social, Ana Cláudia Vital do Rêgo (Podemos), esposa do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB).