19 de setembro de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
Mundo

Democracia em Cuba: cinco generais cubanos morrem em apenas nove dias

Mistério: cinco generais cubanos morrem em apenas nove dias

Uma das hipóteses é que tenham morrido de covid-19

Cinco generais cubanos, um deles ex-comandante da Força Aérea, morreram num espaço de nove dias. As mortes aconteceram poucos dias depois do protesto contra o regime que se espalhou pela ilha. Uma das hipóteses é que os generais tenham sido vítimas da covid-19, que está se espalhando a uma velocidade oito vezes maior que no começo de julho, segundo o jornal The Guardian.

O mais conhecido deles é o general Ruben Martinez Puente, de 79 anos. Ele foi o responsável pela derrubada de um avião particular americano em 1996 em águas internacionais, causando quatro mortes. Puente foi indiciado por um tribunal de Miami em 2003, mas jamais levado a julgamento.

Outro dos generais mortos, Marcelo Vercecia, foi guarda-costas do ditador Fidel Castro. Os óbitos ocorreram entre os dias 17 e 26 de julho. O mais jovem, Agustín Peña Pórrez, tinha 58 anos. O regime não revelou a causa da morte de nenhum deles.

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!