15 de outubro de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
Política

Em busca de redenção, Moro deverá disputar às eleições de 2022

Entusiastas da candidatura de Sergio Moro à presidência da República já contam com uma decisão do ex-juiz sobre o assunto entre outubro e novembro. No mês que vem, Moro completa um ano de trabalho na consultoria Alvarez & Marsal e decidirá se permanece na iniciativa privada ou se vai se aventurar nas urnas.

Pessoas próximas ao ex-juiz, como o senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), relataram que o contrato de Moro previa uma multa muito elevada caso decidisse deixar a empresa no período inferior a um ano. Ele também afirma que o ex-ministro mostra interesse em 2022 e não descarta a possibilidade de se candidatar. Na mesa está em debate disputar a presidência ou uma vaga no Senado Federal.

– Moro tem um contrato de um ano que prevê uma multa pesada se sair antes desse período e, esse contrato, só termina em outubro. Além disso, ainda é cedo para se colocar. Ele está pensando e deve dar uma decisão no final do próximo mês. Não sei qual será, mas que ele tem interesse, tem, porque anda sempre ligado no assunto de ser candidato.

Atualmente Moro vive com a família nos Estados Unidos, mas mantém conversas com defensores de sua candidatura no Brasil. Em julho, o senador Oriovisto chegou a encontrar o ex-juiz em Miami, onde falaram sobre os planos para 2022.

O Globo

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!