28 de novembro de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
DestaquesParaíba

Em casa sem fim: Professores e servidores questionam retorno ao trabalho presencial na UFPB

Diário Online

O Sindicato dos Docentes da Universidade Federal da Paraíba (Aduf-PB) emitiu nota na manhã desta segunda-feira (18) questionando a portaria publicada pela Reitoria da instituição determinando o retorno às atividades presenciais dos servidores técnico-administrativos e dos docentes que ocupem cargos administrativos. Na avaliação da Aduf-PB, o documento possui uma série de equívocos que podem colocar em risco o retorno seguro dos trabalhadores.

“Primeiramente, a portaria não trata de uma coisa fundamental para a retomada das atividades de forma segura: a obrigatoriedade da vacina”, explica o presidente da entidade, professor Fernando Cunha. Segundo ele, em momento algum o texto prevê a necessidade de comprovação da imunização completa para o retorno das atividades presenciais.

Outro problema da portaria, segundo o presidente da Aduf-PB, é o fato de ela ir de encontro à Instrução Normativa nº 90, do Ministério da Economia, que estabelece orientações aos órgãos e entidades da administração pública federal para a volta do trabalho presencial. Segundo a IN90, o retorno deve ser um processo gradual, que se organiza a partir das condições de biossegurança.

“Nesta segunda-feira (18), a Diretoria Executiva da Aduf-PB vai se reunir para discutir essa portaria e tirar encaminhamentos. Em princípio, recebemos a informação de que os diretores de Centro da UFPB estão se organizando e pretendem convocar um Consuni Extraordinário, do qual certamente o sindicato irá participar, para tratar desse tema”, informa Fernando Cunha.

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!