Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Policial

Engenheiro é preso suspeito de matar a mulher e concretar corpo dentro de casa

O engenheiro Jessé de Souza Cunha foi preso em flagrante, na quarta-feira (18), acusado do assassinato da mulher, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O corpo da professora Ana Júlia Alvarenga foi encontrado enterrado e concretado na casa onde eles moravam, que estava em obras, no bairro Corumbá.

Parentes de Ana Júlia deram por falta da professora e tiveram a ajuda de Cunha para procurá-la. O engenheiro foi inclusive à 58ª DP (Posse) registrar o desaparecimento da professora.

A polícia começou a checar câmeras de segurança do trajeto de Ana Júlia, de casa até o trabalho. E imagens da última segunda-feira (16) mostram a professora descendo do ônibus, na volta do trabalho e entrando em casa, de onde ela não saiu mais.

Os policiais também rastrearam o sinal do celular de Ana Júlia e ouviram depoimentos de vizinhos. Cunha foi chamado a prestar novo depoimento, assim como parentes da vítima.

Quando os agentes chegaram à casa do casal descobriram o corpo enterrado num dos cômodos. Uma perícia foi feita e constatou ser o corpo de Ana Júlia. O engenheiro foi preso em flagrante.

Jessé Cunha vai responder pelos crimes de feminicídio e ocultação de cadáver. Ele vai ser encaminhado à audiência de custódia e depois ficará à disposição da Justiça.

Canal do Povo

 
Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!