Estados e municípios não acompanham ritmo da distribuição de vacinas do governo federal e só aplicam pouco mais de 50% das doses recebidas

Estados e municípios não acompanham ritmo da distribuição de vacinas do governo federal e só aplicam pouco mais de 50% das doses recebidas

VACINAÇÃO: Estados e municípios não acompanham ritmo da distribuição de vacinas do governo federal e só aplicam pouco mais de 50% das doses recebidas

As acusações contra as ações tomadas por Bolsonaro na pandemia se tornam cada vez mais sem fundamento. No quesito vacinas, por exemplo, a gestão do atual presidente já enviou quase 35 milhões de doses para os estados e municípios, que só conseguiram aplicar pouco mais de 50%.

A alegação de que a vacina está sendo guardada para a segunda dose foi derrubada quando o Ministério da Saúde afirmou que os imunizantes já deveriam ser aplicados, pois a próxima remessa já estava garantida. O presidente Bolsonaro já garantiu mais de 400 milhões de vacina para o país.

Com a ineficácia no sistema de vacinação dos executivos estaduais e municipais, apenas 51,8% das doses já enviadas foram aplicadas. Para desviar o foco da incompetência no plano local de vacinação, governadores tendem a atacar Bolsonaro sobre isto.

A vacinação é a prioridade trabalhada pelo presidente para o combate à Covid-19, além do tratamento precoce. Estima-se que é necessária a vacinação de pelo menos 70% da população para “controlar” a pandemia no país.