21 de outubro de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
Cidades

Fabiana Gomes comemora sanção de mais um projeto de sua autoria

O trabalho da vereadora campinense Fabiana Gomes (PSD) tem surpreendido pela agilidade e compromisso com as comunidades do municipio, nesta semana ela comemorou a sanção de mais um projeto apresentado pela vereadora.

“Agora é Lei de nº 7.938 e institui o Programa de grupo de apoio às vitimas de violência sexual e domestica na rede pública de saúde, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, garantindo um trabalho de acolhida a essas vitimas que cada vez mais sofrem com os abusos e a violência”, disse Fabiana.

De acordo com a vereadora a Constituição Federal, estabelece como sendo dever do Estado assegurar a assistência à família, na pessoa de cada um dos que a integram, criando mecanismos para coibir a violência no âmbito de suas relações. No entanto, embora existam esses mecanismos, como é o caso da Lei Maria da Penha (Lei Federal nº 11.340/2006), a taxa de feminicídios e os índices de violência contra a mulher continuam em ascensão.⠀

“Pensando nisso, apresentei o projeto, que foi sancionado pelo prefeito Bruno Cunha Lima e já é lei em nossa cidade, que estabelece a instituição do Programa de Grupos de Apoio às Vítimas de Violência Sexual e Doméstica na rede pública de saúde, através da adesão, de forma voluntária, de mulheres vítimas de violência, em parceria com a Secretaria de Saúde”, confirmou a vereadora.

Para Fabiana Gomes é importante manter o mandato em consonância com os anseios do povo, vivenciando as necessidades e transformando em trabalho os desejos e necessidades das comunidades. “Nosso trabalho é sentir os anseios do povo e trabalhar para levar ao mandato todo esse bojo de necessidades que tomam o cidadão, somos um grupo que visa trabalhar e muito nesse mandato para honrar o voto recebido”, concluiu Fabiana Gomes.

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!