15 de outubro de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
DestaquesPolítica

Foi lacrar se deu mal: Ministério Público irá investigar live de “Safadão” e Juliette

Nesta terça-feira (22), o Ministério Público da Paraíba (MPPB) confirmou que vai investigar a aglomeração durante a live “Arraiá do Safadão”, que ocorreu neste sábado (19), com participação de Juliete Freire, Alceu Valença, Israel e Rodolffo, entre outros artistas, na Vila Forró, na região de Campina Grande.

“A promotora de Justiça que atua na área de saúde de Campina Grande, Adriana Amorim, confirmou a instauração de uma Notícia de Fato (procedimento inicial de apuração de um fato) para averiguar a informação de aglomeração durante transmissão ao vivo promovida por artistas, entre eles Juliete Freire. O Ministério Público da Paraíba quer esclarecer os fatos que chegaram ao seu conhecimento para adotar as medidas cabíveis”, diz o MPPB.

O evento chamou a atenção dos internautas pela aglomeração formada, principalmente, nos bastidores do show. Juliette Freire e Carlinhos Maia conversavam sem máscara, enquanto desrespeitam o distanciamento social. A campeã do “BBB21” e o influenciador estiveram juntos na transmissão do show ao vivo de Wesley Safadão.

Vídeos e fotos publicadas no Twitter mostram que muitos convidados não seguiram as recomendações sanitárias para evitar a propagação de Covid-19.

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!