Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Eleições 2022

Haddad se desespera e pede aliança entre PT e PSDB

Em entrevista à revista Veja publicada nesta terça-feira (25), o pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PT, Fernando Haddad, defendeu uma aliança entre o PSDB e o PT em apoio à candidatura de Lula nas eleições deste ano. A sugestão acontece em meio à crise no partido, rival de longa data do PT, após o anúncio da desistência do tucano João Doria na disputa ao Planalto.

“O PSDB não existe mais. Infelizmente, nem o Doria, nem o Rodrigo Garcia são o PSDB. Uma coisa é você estar filiado ao PSDB, outra coisa é você ser da fundação, da história. [O senhor acha que os tucanos históricos deveriam caminhar com o Lula agora?] Eles estão caminhando. Aloysio Nunes, Alckmin, estão caminhando com o Lula, e quem tiver o mínimo de juízo vai caminhar com o Lula porque a outra alternativa é o desastre, a catástrofe”, disse o petista.

“O governo Bolsonaro, para mim, é uma espécie de recidiva de um tumor. Uma coisa que a gente imaginava superada, a coisa da intolerância, do racismo, patriarcalismo, patrimonialismo. A gente imaginava que estava superando isso com mais democracia, diálogo, alternância do poder. Não, ele veio de volta”, disse Haddad à Veja.

Terra Brasil Notícias

 
Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!