28 de novembro de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
Cidades

Hospital de Trauma de Campina Grande promove palestra sobre diagnóstico precoce do câncer de mama

Em comemoração ao movimento mundial Outubro Rosa, o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, promoveu na manhã desta sexta-feira (15), a palestra “Câncer de Mama: Prevenir é um caminho”. Os palestrantes foram o médico radiologista e especialista em mamografia, Rominiê de Miranda, e a médica mastologista, ginecologista e obstetra, Fátima Cristina. O evento aconteceu no auditório da instituição e foi destinado aos colaboradores.

Na oportunidade, foram abordados tópicos como epidemiologia do câncer de mama; causas e fatores de risco; tipos de tratamento; e exames indicados para o diagnóstico. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o tipo mais incidente da doença em mulheres no mundo; a quinta causa de morte por câncer em geral, e a mais frequente causa de morte por câncer em mulheres.

Durante a atividade de orientação, as participantes também puderam esclarecer dúvidas e entender alguns mitos que envolvem o câncer de mama. De acordo com a chefe do setor de Recursos Humanos, Fabrícia Rosado, a ação teve como principal objetivo alertar sobre a importância do diagnóstico precoce.

A diretora clínica e assistencial da unidade de saúde, Vivian Kelly, ressaltou a importância de atividades como essa. “É um momento enriquecedor. Estamos em uma campanha de prevenção e organizamos esse evento para que seja um momento de cuidado, autoconhecimento e valorização para as nossas profissionais da unidade hospitalar”, pontuou.

Para a mastologista Fátima Cristina é importante que toda a mulher conheça seu corpo e realize seus exames periódicos. “O câncer de mama quando diagnosticado em fase subclínica tem a chance de cura superior a 90%”, destacou.

De acordo com Fátima, a causa do câncer é multifatorial e relacionada principalmente ao estilo de vida. “Devemos estimular uma alimentação saudável, atividades físicas regulares e evitar o consumo de bebidas alcoólicas”, afirmou.

O radiologista Ramoniê Miranda enfatizou a importância da realização dos exames de imagem para rastreamento do câncer de mama em todas as mulheres com mais de 50 anos, de forma periódica, com o intuito de detectar a doença na fase inicial em que o tratamento passa a ser muito mais eficaz.  “Alguns tabus ainda remanescentes de épocas anteriores em que o câncer não tinha tratamento fazem com que muitas pacientes não busquem atendimento médico ou a realização de exames, o que é injustificado diante das alternativas atuais disponíveis para o combate da doença”, ressaltou.

Governo Federal da Paraíba – Portal Online

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!