2 de agosto de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
BrasilEconomia

Índice mostra que intenção de consumo de famílias tem melhor resultado desde novembro

Com melhor resultado desde novembro de 2020, o índice que mede a Intenção de Consumo das Famílias (ICF) passou dos 67,3 pontos em maio para 67,7 pontos em junho. Na comparação com junho de 2020, o ICF subiu 7,6%.

A Perspectiva de Consumo influenciou no índice, que pergunta aos consumidores sobre os planos de ir às compras em breve, diz um comunicado da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), divulgado nesta sexta-feira 2. A Perspectiva de Consumo subiu 11% em relação ao mês anterior (de 58,3 para 64,7 pontos), e 38,9%, comparando com junho do ano passado.

Segundo a FecomercioSP, esse aumento tem relação com a flexibilização das medidas de restrição determinadas por conta da pandemia de covid-19. Entretanto, praticamente todas as variáveis que compõem o indicador tiveram resultados negativos.

As quedas mais significativas foram a Perspectiva Profissional, que encolheu 3,6% após retração expressiva de 11,3% em maio, e o Acesso ao Crédito, que retraiu 2,3% neste mês. A variável Renda Atual desceu ao seu menor patamar histórico — 66,6 pontos. Em relação a maio, houve queda de 0,4%, e, em relação ao mesmo mês de 2020, caiu 18,7%.

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) registrou uma nova melhora (1,3%), subindo de 105,9 para 107,3 pontos. A alta é ainda maior ao ser comparada com junho de 2020 (6,9%).

A Expectativas do Consumidor, variável que mais influenciou o resultado, havia crescido 1,9% em maio e subiu novamente agora em junho (1,7%).

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!