Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

DestaquesParaíba

João Azevedo na berlinda com as posições antagonicas do Republicanos e de Aguinaldo Ribeiro

O governador da Paraíba, João Azevedo (PSB) tem tentado de todas as formas unir o Republicanos e o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP), pré-candidato a Senador e que tem sido boicotado pelos membros do partido comandado por Hugo Motta.

João Azevedo neste fim de semana se sentará sobre decisões tomadas pelos dois lados, Aguinaldo Ribeiro ressabiado com os movimentos dos membros do Republicanos avisou que só tomara a decisão de ser ou não candidato ao Senado, nos 45 minutos do segundo tempo, ou seja, 05 de agosto, até lá vai analisando dados e o quadro, da forma que sempre agiu com prudência e cautela.

Nesta quinta, 02, os principais dirigentes do Republicanos reuniram-se em João Pessoa, e reafirmaram compromissos com a candidatura ao Senado do deputado federal Efraim Filho, impossibilitando uma união em relação a majoritária de João Azevedo, e deixaram claro que dificilmente voltam atrás, dificultando sem dúvidas a candidatura de Azevedo a reeleito.

João Azevedo que deixou a corda esticar e que agora sofre com a falta de nomes que possam lhe alicerçar os caminhos na reeleição precisa dar uma resposta e aliados confirmam que já na segunda o governador começará a sua caminhada sem Republicanos e sem Aguinaldo e que servirá de resposta aos grupos. João Azevedo pretende tocar sua campanha e vai em busca de fortalecer sua base.

Prejudicado por essa desunião, João Azevedo precisa de nomes e de respostas para manter forte seu nome. Aguinaldo Ribeiro pode ser candidato ao Senado, mas tudo leva para que ele não seja candidato, preferindo ser candidato a reeleito. Mas os caminhos de apoiar ou não João, e no caso do apoio barrar o Republicanos na majoritária, precisamente na indicação para vice. Opções para senado e para vice não faltam a João Azevedo.

 
Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!