Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Paraíba

Justiça reduz penas de envolvidos na Operação Famintos

A  3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) manteve a condenação do vereador de Campina Grande, Renan Maracajá (Republicanos), e mais 6 empresários investigados na Operação Famintos, mas reduziu as penas de todos.

Renan Maracajá – reduzida de 36 anos e 10 meses para 2 anos e 4 meses. Os desembargadores também retiraram da decisão a possibilidade de perda do cargo.

 

Severino Roberto Maia de Miranda Lira – reduzida de 72 anos e 9 meses para 2 anos e 9 meses.

Flávio Souza Maia – reduzida de 47 anos 10 meses para 2 anos e 4 meses.

Frederico de Brito Lira – reduzida de 161 anos para 3 anos e 10 meses.

Pablo Allysson Leite Diniz – reduzida de 16 anos e 2 meses para 2 anos.

Rosildo de Lima Silva e Marco Antônio Quirino também tiveram as penas reduzidas.

Outros nove réus foram inocentados.

A Operação Famintos investigou fraudes em licitações da merenda escolar entre os anos de 2013 e 2019 em Campina Grande.

*Com informações do Pleno Poder

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!