27 de setembro de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
ColunistasPolítica

Lira joga balde de agua fria em defensores de impeachment de Bolsonaro

O deputado Arthur Lira cumprimenta deputados durante sessão para eleição dos membros da mesa diretora da Câmara dos Deputados.

As invertidas estrategicas de Bolsonaro foram concluidas com o pronunciamento de Arthur Lira feito na tarde desta quarta, 08, pedindo pacificação política entre os poderes, dizendo que a “Constituição jamais será rasgada” e se prontificando a “conversar com todos e com todos os poderes” para “dar um basta a essa escalada”

As palavras de Arthur Lira deve ser lido visto como uma forma de mesmo apesar da pressão da oposição em acusar que as falas de Jair Bolsonaro, na terça em Brasília e São Paulo seriam golpistas e mesmo que ele próprio possa pensar que o presidente ultrapassou um pouco o limite, não está disposto a abrir qualquer processo de impeachment. Principalmente de olho nas ruas e nas eleições de 2022.

Lira teve várias conversas desde o fim da tarde de ontem com políticos do Centrão e outros aliados. Este pronunciamento e esta tomada de posição são resultado dessas reuniões e telefonemas.

Lira e o Centrão avaliaram que a força de Bolsonaro e o poder da presidência não podem ser menosprezados e mesmo com as insinuações oposicionistas e principalmente dos sempre ameaçadores PSD e PSDB que tentam a toda hora mostrar uma força que já não possuem mais não é hora de pular do barco. Arthur Lira e seus aliados mais proximos viram a aproximação de Bolsonaro a Temer como uma demonstração clara de que nenhum dos partidos do Centrão tem unanimidade nas ideias e que o MDB de Baleia não fala grosso.

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!