Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Policial

Localizado corpo de adolescente envolvido em latrocínio na lotérica de Fagundes

Foi localizado na tarde desta quinta-feira (12/05), em cova rasa, o corpo do segundo envolvido no latrocínio da casa lotérica em Fagundes, no Agreste.

O corpo foi encontrado por policiais civis da Divisão de Homicídios de Campina Grande com apoio do Corpo de Bombeiros que utilizou cães farejadores após uma incessante busca nas imediações da Facisa, Spazzio e terrenos no Bairro Itararé.

Mas o achado ocorreu próximo ao Alphaville.

Renato Teófilo, de 15 anos, morava nas Malvinas e se envolveu na trama que resultou na morte brutal e covarde de um aposentado dentro da lotérica em Fagundes.

Na companhia de João Victor Herculano, de 18 anos, ele participou da execução de Marcos Antônio Dantas dentro do estabelecimento.

Conforme as primeiras informações, Renato foi morto como uma espécie de “disciplina” e “queima de arquivo” diante da tamanha repercussão da morte do aposentado.

A morte dele (de Renato) foi presenciada pelo comparsa João Victor.

Desde o dia do crime em Fagundes que a PC não parou de procurar pelos envolvidos.

PRESOS

Dois foram presos e um quarto envolvido já foi identificado, mas ainda não foi capturado.

Na tarde de ontem (quarta-feira, 05) um dos executores do aposentado Marcos Antônio Dantas foi localizado em Campina Grande.

João Victor Herculano foi capturado na casa do pai, na Rua Arius, no Bairro Catolé, escondido numa laje.

Moradores aplaudiram a ação da Polícia Civil.

Na semana passada a PC já havia prendido um dos mentores identificado como Wesley Rodrigues, de 22 anos.

E nesta quinta o adolescente foi encontrado morto.

ENTENDA TUDO

O latrocínio foi praticado por João Victor e pelo adolescente.

Já Wesley Rodrigues confessou que a participação dele foi de “pegar” os executores (que não eram de Fagundes) e que estavam indo para lá cometer o assalto.

Como em Fagundes “todo mundo se conhecia”, era necessário que o crime fosse executado por duas “pessoas de fora (não conhecidas)”.

Os dois executores, o adulto e o adolescente, chegaram à Fagundes na terça (03) vindos de Campina Grande.

Num posto de combustíveis da cidade os dois executores se encontram com Wesley que os levou até a casa de um quarto envolvido onde dormiram para cometer o crime na quarta.

Ficou acordado entre os latrocidas que cada um receberia uma quantia do roubo à lotérica.

As roupas que o foragido João Victor usava na tarde do crime foram localizadas na casa dos pais dele.

As imagens das câmeras da lotérica ajudaram neste detalhe da roupa, inclusive.

O objetivo era realmente executar o roubo na lotérica de familiares da vítima Marcos Antônio, de 67 anos.

Marcos, que era funcionário da Cagepa, estava no local praticamente todas as tardes para fechar o estabelecimento.

Ele não reagiu, mas isso não impediu a violência covarde dos assassinos.

Renato Diniz

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!