Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Cidades

MPPB recomenda o concurso público como solução para professores substitutos da UEPB

Ascom

A audiência no Ministério Público atendeu a um pedido do deputado estadual Anísio Maia, que tinha o objetivo de conseguir a recontratação dos 433 professores substitutos da UEPB.

A Aduepb foi convidada a participar da audiência pela Promotoria alguns instantes antes do início e acompanhou o encontro através da participação do presidente e da secretária do sindicato, Nelson Júnior e Elizabete Vale, junto com o vice-presidente da Secretaria Regional Nordeste II do ANDES-SN, Josevaldo Cunha, e a assessora jurídica, Carla Viviane Nunes.

Na audiência, depois dos relatos dos substitutos Lívia Serafim, David Soares e Alba Lúcia Nunes, do deputado Anísio Maia e do reitor da UEPB, Rangel Junior, o promotor Alcides Leite avaliou a inviabilidade da renovação dos contratos dos professores substitutos durante a greve e indicou que a única solução viável será uma análise do quadro deficitário de docentes e a realização de concurso público.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

O promotor informou que realizará uma avaliação da situação dos substitutos da UEPB e se encontrar irregularidades a solução poderá ocorrer com a celebração de um termo de ajustamento de conduta – TAC para a realização de concurso público.

Ainda durante a audiência, o presidente da ADUEPB, Nelson Júnior, questionou a promotoria sobre a viabilidade de se elaborar um TAC que permitisse a contratação imediata dos professores substitutos até o encerramento do semestre.

O promotor Alcides Leite descartou a sugestão, apontando a ausência de legalidade do pedido.

 

 
Redação
the authorRedação
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!