Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Colunistas

Nova coluna de Alexandre Moura: Vencedoras Investor Day Govtech

Vencedoras do Investor Day Govtech

No último dia 31 de maio, aconteceu em Campina Grande, Paraíba, a terceira edição do Investor Day Govtech organizado pela empresa Dome Ventures. O evento teve como principal objetivo, “identificar, avaliar e trazer novas Startups Govtech (empresas que tem como propósito gerar inovação e soluções tecnológicas, para a gestão pública)” para o portfólio de negócios da Dome Ventures. O Investor Day teve o apoio do SEBRAE, da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Campina Grande, do FCJ Venture Builder, a Open Innovation Brasil, da Fundação Parque Tecnológico da Paraíba e da ITCG – Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Criativos e Inovadores de Campina Grande. As grandes vencedoras foram: a “Viziomed” em 1º Lugar; a “Wifi-fi” em 2º (já tinha sido destaque nacional do “Projeto Capital Empreendedor”, edição de 2019) e a “Arbache Innovations” que ficou em 3º lugar. As duas primeiras colocadas são originadas (ou tem relação com a ITCG, caso da Viziomed) de Campina Grande e a terceira é de São Paulo. Mais informações no endereço www.dome.ventures.

“8º CIA”

No próximo dia 23 de junho, acontecerá em São Paulo, Capital, o 8º CIA – Congresso de Investimento Anjo. O evento é organizado pela “Anjos do Brasil” (entidade sem fins lucrativos que tem como objetivo, “fomentar o crescimento do investimento anjo para o apoio ao empreendedorismo de inovação brasileiro”) e visa apresentar as tendências e oportunidades em investimento anjo, com especialista do mercado, através de debates sobre valuation das startups (avaliar e “dar um valor financeiro” a empresa), mercado de investimento anjo em relação a Venture Capital (Capital de Risco) e como efetuar investimentos, de forma segura, em Startups com estrutura offshore (“designação de sociedades ou contas bancárias abertas em países, ou territórios do exterior, ou seja, fora do local de domicílio dos seus proprietários”). Além dos debates, vão acontecer também, palestras sobre “oportunidades de investimento em Startups de BlockChain (sistema que permite rastrear o envio e recebimento, de alguns tipos de informação pela Internet), Mercado Bitcoin, Economia de Carbono, Metaverso, entre diversos outros temas relevantes”. Vale destacar que, Investimento Anjo é uma tendência no Brasil e no mundo, “possibilitando a junção entre capital e inteligência, para apoiar o desenvolvimento e crescimento, de negócios de alto impacto econômico”. Mais informações no endereço: https://congresso.anjosdobrasil.net.

Cartão Aadhaar: a “Identidade Digital” da Índia

A adoção de “documentos digitais” já é uma realidade na maioria dos países, especialmente naqueles de grande população como a Índia, que começou a utilizar em 2017, o denominado “cartão Aadhaar” a “identidade digital da Índia” (ou na nomenclatura oficial: “Identidade Biométrica Nacional”), com custo infinitamente menor do que a emissão de “documentos físicos”, especialmente para uma população de quase 1,4 bilhão de pessoas, o documento digital é a melhor opção para quem emite (ou seja, o governo). O Aadhaar (que significa “fundação”) é bem completo, tem um número único vinculado às impressões digitais, escaneamento do rosto e dos olhos do cidadão, e segundo o governo local, visa, dentre outros objetivos, “bloquear roubos e vazamentos no sistema de proteção social e de bem-estar do país”. O problema é que, a população “está com o pé atrás” com relação à segurança e possível uso indevido do cartão.

Cartão Aadhaar: a “Identidade Digital” da Índia (II)

E quem gerou essa desconfiança, foi o próprio governo indiano. Segundo matérias na imprensa local e internacional, o governo divulgou um “aviso para a população, não compartilhar fotocópias do cartão Aadhaar com nenhuma organização (pública ou privada), pois as cópias poderiam ser mal utilizadas, inclusive para fraudes e roubo de informações pessoais”. A nota do governo causou uma quantidade imensa, de questionamentos nas redes sociais (o tema chegou a ficar nos dez principais tópicos de tendências da Índia, no Twitter) e mesmo depois que outro aviso do governo, minimizando os riscos e afirmando, que o sistema que controla o Aadhaar “tinha recursos adequados para proteger a identidade e a privacidade dos usuários, e que os cidadãos devem apenas exercer prudência normal no uso cartão”, o estrago já estava feito. A ideia agora é fazer uma campanha de esclarecimento, para que a confiança dos usuários na “Identidade Biométrica Nacional”, volte. Não será uma tarefa fácil.

Hora Agora

 
Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!