4 de agosto de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
DestaquesPolítica

O legado de Doria foi um problema chamado Coronavac

O legado de Doria foi um problema chamado Coronavac

Ministério da Saúde foi informado de que haverá redução no lote previsto para chegar ao país no próximo dia 26

O governador de São Paulo, João Doria, trouxe um grande problema para o Brasil com a imposição de compra da vacina Coronavac, além dos atrasos nas entregas, agora os insumos não estão sendo repassados pela China, a insegurança que a Coronavac está trazendo para o brasileiro não tem precedentes, com a menor taxa de imunização, em média 50%, a vacina não cumpre o contrato com o ministério da saúde e as segundas doses atrasam em quase todos os estados do Brasil.

Um dia após o anúncio da liberação de 4 mil litros de matéria-prima para retomar a produção da Coronavac, o Ministério da Saúde foi informado de que haverá redução no lote previsto para chegar ao país no próximo dia 26.

A quantidade confirmada pelos chineses é de apenas 3 mil litros de IFA, mil a menos do que o anunciado ontem (17) pelo Instituto Butantan e pelo governo de São Paulo. A retificação foi feita ao Ministério da Saúde nesta terça-feira (18) pelo Instituto Butantan.

Além de tudo isso, o imunizante não foi aprovado na Europa e Estados Unidos, isso dificultará a entrada de brasileiros nos países do bloco europeu e EUA, a Coronavac tenta conseguir o uso na Europa mas ainda não conseguiu autorização.

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!