Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Mundo

OMS afirma que o surto da Varíola dos macacos na Europa pode ter sido causado por hábitos sexuais de risco

De acordo com a OMS, o surto da doença na Europa pode ter sido causado por hábitos sexuais de risco

Uma pesquisa realizada pela Agência de Saúde do Reino Unido com pessoas infectadas pela varíola dos macacos mostra que os homens britânicos representam 99% dos casos. Dos 314 entrevistados, apenas três eram mulheres. Além disso, o levantamento constata que 151 dos 152 cidadãos que preencheram questionários mais detalhados se identificaram como gays ou bissexuais.

 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o surto de varíola dos macacos na Europa pode ter sido causado por hábitos sexuais de risco. Esse comportamento teria se disseminado em festas de música eletrônica de países como Espanha e Bélgica. Os primeiros casos foram verificados em homens que se relacionaram sexualmente com outros homens.

“No momento, há poucas informações sobre como a varíola dos macacos surgiu”, explica Sylvia Kemos Hinrichsen, infectologista e consultora de biossegurança da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI). “Existe hoje uma relação com pessoas que fizeram sexo entre o mesmo gênero, entre homossexuais e bissexuais. E a hipótese levantada para isso é por conta do contato íntimo e próximo.”

Edmilson Migowski, professor de medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), também acredita que a relação sexual seja uma hipótese a ser considerada para a transmissão do vírus. “A forma de transmissão mais provável é o contato próximo das pessoas, e o contato sexual acaba sendo um contato muito próximo”, observou o docente. “Pode ser contato com uma secreção, com a pele infectada, com roupas contaminadas, pelo espirro e pela tosse de pessoas muito próximas.”

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!