Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Cidades

ONG´s se unem para combater mortalidade por câncer de mama na Paraíba

Segundo a organização não governamental (ONG) Mulheres de Peito, criada em Cuité, o estado da Paraíba é o terceiro que mais mata mulheres vítimas de câncer de mama.

Preocupada com essa estatística, Mulheres de Peito firmaram parceria com a Ong Américas  Amigas que distribui mamógrafos pelo país para que as mulheres, principalmente as mais carentes, tenham acesso aos exames.

Em entrevista na tarde desta terça-feira (20), a representante da  Américas Amihas, Mirna de Andrade, explicou como o trabalho é realizado pela organização.

 -A ONG nasceu em 2009 com uma embaixatriz americana. Ela e seu marido viajaram o Brasil e ela ficou muito tocada com a problemática do câncer de mama no país, especificamente no Nordeste, então ela criou o projeto Américas Amigas que doa mamógrafos a hospitais públicos – contou.

Há seis meses atuando em Campina, o projeto Mulheres de Peito, representado pela médica Cristiane Araújo, busca diminuir os índices alarmantes de câncer no estado.

Estamos lutando pela queda da mortalidade na Paraíba, afirma Cristiane.

Cristiane contou ainda que o câncer de mama vitima mais mulheres  de baixa renda que tem dificuldade de realizar os exames.

– O “mulheres de peito” nasceu em Cuité e está em Campina Grande há seis meses. A Paraíba é terceiro estado com mais mortes no país. Uma mulher com câncer em estado quatro tem sobrevida, não tem vida. Medo, falta de informação e o acesso, são fatores decorrente disso. Quem morre de câncer de mama é a mulher de baixa renda que não tem acesso – lamentou.

 
Redação
the authorRedação
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!