Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

DestaquesMundo

Países sofrem com aumento do preço dos combustíveis e vivem onda de protestos

O aumento do preço da gasolina, como resultado da invasão russa da Ucrânia, tem gerado preocupação em todo o mundo e está aprofundando o problema inflacionário que afeta várias economias do planeta. Equador, Argentina e Alemanha são alguns dos países que estão em crise. A narrativa da esquerda de centralizar o problema apenas para o Brasil é uma mera fake news.

Mas há outro combustível derivado do petróleo que ficou ainda mais caro — em junho atingiu seu preço máximo histórico — e está causando dores de cabeça ainda maiores do que a gasolina.

Trata-se do óleo diesel. Na Argentina, inclusive, teve uma paralisação dos caminhoneiros, na última quarta-feira (22), por conta do alto preço do diesel no país.

No fim de maio, o preço médio do litro do óleo diesel comum chegou a quase R$ 7, o maior valor registrado na série histórica da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O que mais preocupa é que a subida do preço do óleo diesel se deve ao fato de existir uma escassez global desse combustível, algo que, asseguram, dificilmente será revertido a curto prazo.

E os efeitos disso afetam o bolso de todos, mesmo que seu carro não seja movido a diesel.

Terra Brasil Notícias

 
Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!