Patinetes da Uber chegam ao Brasil com preço bem acessível

 

A Yellow é uma startup que aposta no serviço de aluguel de patinetes motorizadas, atividade que vem fazendo sucesso nos Estados Unidos. Aqui no Brasil, as operações estão funcionando apenas na cidade de São Paulo, desde agosto deste ano. Com a proposta de oferecer transporte acessível para deslocamentos de curta distância, ou simplesmente para lazer, a marca aluga as scooters a partir de R$ 3,50, valor referente à taxa inicial. O funcionamento é semelhante ao app da Uber, por onde o usuário pede corridas particulares de carro.

Além dessa opção, o usuário também pode fazer uso de bicicletas, principal serviço oferecido pela Yellow. A seguir, confira mais detalhes sobre a startup e como funciona o “Uber da patinete” no Brasil.

O funcionamento do sistema aqui no Brasil será um pouco diferente do que acontece nos Estados Unidos. Por lá, as patinetes não têm estações, ou seja, o usuário retira a scooter que estiver mais próxima dele e pode deixá-la em qualquer lugar quando terminar de usar, o que vem causando alguns transtornos. Já aqui no país, ainda não há regulamentação sobre isso. Segundo a Yellow, esse assunto tem sido discutivo junto aos órgãos públicos responsáveis, sempre pensando no melhor uso do sistema e na organização da cidade.

Dessa forma, estações privadas foram escolhidas como ponto de locação e entrega das patinetes. A empresa optou pelo prédio Pátio Malzoni, localizado na avenida Faria Lima, para essa primeira fase. No último mês, mais 30 novas estações privadas entraram em funcionamento entre a região da Faria Lima e da Vila Olímpia. A expectativa é de liberar mil patinetes até o fim do ano na capital.

As locações serão feitas a partir de aplicativo para celular, com versões para Android e iPhone (iOS), no estilo Uber. Primeiro, é preciso fazer um cadastro com seus dados pessoais e, então, já dá para começar a usar o serviço. Há uma taxa de R$3 para se destravar o patinete e R$ 0,50 adicionais a cada minuto rodado. O valor pode ser pago com cartão de crédito e com dinheiro, assim como no caso das bicicletas.

O usuário, no entanto, deve ficar atento. Caso ele estacione a patinete fora da área de atuação ou se devolver após o horário de funcionamento (das 08h às 20h), a empresa irá cobrar uma taxa de resgate.

A Yellow não é a única empresa nesse mercado no Brasil. Há cerca de dois meses, a Scoo chegou ao país com a mesma proposta: oferecer aluguel de patinetes eletrônicas para transporte de curtas distâncias. A rival funciona de forma semelhante e traz o preço como grande atrativo. O desbloqueio da scooter custa apenas R$ 1 e cada minuto adicional sai por R$ 0,25.

A startup Yellow foi fundada em 2017 pelo ex-CEO da Caloi, Eduardo Musa, e pelos fundadores da 99, Ariel Lambrecht e Renato Freitas. A empresa tem a proposta de levar mobilidade urbana por meio de transportes “práticos, baratos e divertidos”, sejam as bicicletas ou patinetes elétricas. De acordo com a companhia, as cidades conseguirão melhorar suas condições de tráfego e de acesso para a população ao usar os modais como complementares . A aposta no setor é grande, outras empresas também já começaram a operar serviços semelhantes.

Load More Related Articles
Comments are closed.