Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Paraíba

Pessoas com deficiência correm o risco de perder a gratuidade no transporte público de CG

O prazo para que as pessoas com deficiência que utilizam o direito à gratuidade no ônibus  de Campina Grande devem se recadastrar na Superintendência de Trânsito e Transporte Público até 30 de agosto.  A STTP alerta que  quem não atender ao chamamento pode perder o benefício.

A superintendência disse que vem convocando os beneficiários desde março para o recebimento da documentação exigida para o recadastramento 2017, mas apenas  60% do total atendeu.

Os interessados devem procurar o setor de gratuidade da STTP, do meio-dia às 17h, apenas na segunda e terça-feira, portando os seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de residência no nome da pessoa que vai fazer a perícia médica (casa alugada deve portar cópia autenticada do contrato); cartão do SUS atualizado; laudo médico com CID10 (em caso de surdez acrescentar audiometria), e o tipo sanguíneo.

“Os que não se recadastrarem correm o risco de perder a concessão da gratuidade no transporte coletivo”, informa da STTP-CG.

 
Redação
the authorRedação
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!