PGR pede ao STF liberação de cultos religiosos no Brasil

PGR pede ao STF liberação de cultos religiosos no Brasil

Augusto Aras, procurador-geral da República, enviou ao Superior Tribunal Federal (STF), nesta quarta (31), pedido para suspender os decretos de prefeituras e Estados que impedem a realização de cultos e outras atividades religiosas durante a pandemia do coronavírus. Para Aras, as igrejas e templos podem funcionar desde que respeitem os protocolos de segurança que evitam a contaminação.

O procurador-geral se manifestou em relação a uma ação ajuizada pelo PSD, que se posicionou contra o decreto do governo de São Paulo que impediu a abertura de templos religiosos. O partido, com sua liminar, pede a suspensão imediata da proibição a cultos e Aras reforça esta solicitação para que a comunidade cristã possa celebrar a Páscoa.

Para Aras, é esperado que haja restrições atualmente por conta da pandemia, mas considera que a atividade religiosa é essencial.