21 de outubro de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
CidadesDestaques

PMCG e Vara da Infância lançam aplicativo que facilita adoção tardia de crianças e adolescentes

Campina é a primeira cidade na Paraíba a utilizar a ferramenta, cujo lançamento ocorreu na manhã desta segunda-feira, na Casa da Esperança 2

Há quinze dias, Campina Grande se tornou a primeira cidade da Paraíba a incluir crianças e adolescentes no A.DOT, um aplicativo de busca ativa que possibilita apenas aos pretendentes habilitados à adoção, conhecerem melhor o perfil de crianças e adolescentes e condições jurídicas de adoção no país, mesmo com perfil diferente daquele inicialmente pretendido pela maioria dos futuros pais e mães.

O lançamento oficial do aplicativo foi na manhã desta segunda-feira, 04, pela Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria de Assistência Social (Semas), em parceria com a Vara da Infância e Juventude e com as presenças do prefeito Bruno Cunha Lima; do secretário de Assistência Social Valker Neves; dos juízes da Vara da Infância e Juventude, Perilo Lucena e Hugo Zaher; da promotora da Vara da Infância e Juventude, Juliana Couto; e da coordenadora do Conselho de Direito e Defesa da Criança e Adolescente, Renata Andrade,; além das equipes técnicas da Semas.

Durante cerimônia rápida e restrita, foram exibidos vídeos com trechos das gravações das onze crianças e adolescentes, aptos à adoção em Campina Grande; produzidos pela assessoria de comunicação da Semas, seguindo critérios solicitados pela administração do aplicativo A.DOT.

Além de cenário de gravação, enquadramento, roupas e outros pontos, foi feito um trabalho de acompanhamento jurídico e psicológico, além de consulta às crianças e adolescentes, sobre a participação no aplicativo, respeitando o desejo de cada um.

“Entendo que tudo o que é novidade traz consigo uma possibilidade de resolver e proporcionar a realização de sonhos. Se de fato pudermos, enquanto gestão, viabilizar a realização dos sonhos de nossas crianças e adolescentes, esses instrumentos, sem dúvida, são efetivos e muito bem-vindos”, ressaltou o prefeito Bruno Cunha Lima, durante o lançamento do aplicativo.

O secretário Valker Neves também destacou a importância da iniciativa. “São ações como esta que nos move a cada dia e nos faz entender o nosso verdadeiro papel. Tudo o que vier a somar com a vida das nossas crianças acolhidas, estaremos sempre de mãos dadas, pois o intuito da atual gestão é cuidar de pessoas e o desejo é que Deus sempre nos abençoe nesta causa”, disse.

O juiz titular da Vara da Infância e Juventude Perilo Lucena, ressaltou a importância na preparação das crianças para a produção dos vídeos e, principalmente, a decisão de cada um de participar do projeto, por conta própria. “Tivemos uma adesão muito satisfatória e a boa notícia é que já temos dois casais interessados em nossas crianças. Em breve, iniciaremos o processo de aproximação”, comemorou o magistrado.

Para a promotora da Vara da Infância e Juventude, Juliana Couto, Campina adotou um aplicativo que já vem com muito êxito no território nacional e traz muita expectativa para os jovens adolescentes. “O pioneirismo de Campina vai trazer experiências positivas para o nosso estado e, certamente, viabilizar perspectivas melhores para os nossos jovens acolhidos”, concluiu a promotora.

Codecom

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!