Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

DestaquesPolicial

Polícia apreende fuzil e prende investigados pelo roubo ao Banco do Brasil em CG

A Polícia Civil da Paraíba prendeu nesta terça-feira, 17 de maio, quatro pessoas investigadas pelo roubou a uma agência do Banco do Brasil em Campina Grande, crime cometido no dia 11 deste mês. As prisões foram realizadas pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO) e o Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil.

Um dos presos era alvo da Força Tarefa do Sistema Único de Segurança Pública que investiga o crime organizado no Rio Grande do Norte. Contra ele, havia três mandados de prisão expedidos pela justiça, que foram cumpridos nesta operação policial.

Três membros da organização criminosa foram presos em uma casa de luxo na praia de Fagundes, no município de Lucena. O quarto investigado foi capturado no bairro de Valentina, em João Pessoa. Com ele, os policiais apreenderam um fuzil calibre 556, uma pistola .40 e várias munições.

Foto: Ascom PCPB

“Ele comandava a criminalidade na favela Mãe Luiza, em Natal/RN, a mando de uma facção criminosa daquele estado. Ele era o alvo da Força Tarefa, devido a sua influência no meio criminoso”, disse o delegado Diego Beltrão, da DRACO.

O grupo era investigado desde o roubo ao Banco do Brasil, nas proximidades do Parque da Criança. Em menos de uma semana, a Polícia Civil reuniu informações e indícios sobre a autoria do crime, conseguindo os mandados judiciais para a deflagração da operação policial hoje.

As prisões já foram informadas à justiça. As armas e munições serão periciadas e encaminhadas ao Poder Judiciário.

 
Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!