23 de julho de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
Cidades

Procon de Campina Grande limita número de atendimentos presenciais diários devido à pandemia

Devido ao aumento do número de casos do novo coronavírus (Covid-19), em Campina Grande, o Procon Municipal limitou para quinze, o número de atendimentos presenciais na sede do órgão. A medida passa a valer a partir desta sexta-feira, 28 de maio. Os atendimentos acontecem sempre das 8h às 13h, nos dias úteis da semana.

“O atendimento será feito por ordem de chegada e não será permitida a entrada de acompanhantes. Somente o titular da reclamação”, informou o coordenador do Procon-CG, Saulo Muniz, acrescentando que a medida visa garantir a saúde pública.

Segundo o coordenador, a realização das audiências de conciliação, que já estão marcadas, irão acontecer normalmente, seguindo as normas sanitárias de combate à pandemia preconizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e oficializada pelo decreto de nº 4.584/2021, já publicado no Semanário Oficial do Município. “Reforçamos que o uso de máscara é obrigatório, bem como o respeito ao distanciamento social”, destacou Saulo Muniz.

“Infelizmente os dados que mostram um cenário de aumento nas internações no sistema de saúde de várias cidades exigindo, assim, cautela para o funcionamento de algumas atividades, além da manutenção dos protocolos sanitários vigentes, para conter a disseminação da covid-19 e o Procon Municipal está fazendo a sua parte”, explicou o coordenador do órgão. Ele destacou que a Prefeitura de Campina Grande, sob o comando do prefeito Bruno Cunha Lima, está unida e vigilante em benefício da defesa da saúde de sua população.

Com isso, em Campina Grande, os órgãos responsáveis pela fiscalização do cumprimento das normas estabelecidas no Decreto são o Procon, a Gevisa, a Guarda Civil e a Defesa Civil. O descumprimento sujeitará o estabelecimento à aplicação de multa, podendo implicar no fechamento, em caso de reincidência.

Codecom

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!