23 de julho de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
DestaquesParaíba

Sargento Neto apresenta abandono da ‘Estação Nova’ a Bruno e tem resposta positiva para revitalização da área

O vereador Sargento Neto (PSD), atendendo a pedidos de moradores e ferroviários aposentados, bem como de campinenses em geral, encaminhou nesta quarta, 19, junto ao prefeito de Campina Grande Bruno Cunha Lima o pedido de revitalização da Estação Ferroviária de Campina Grande, a famosa Estação Nova, localizada no bairro do Quarenta e que vive completamente abandonada.

O encontro com o prefeito Bruno Cunha Lima ocorreu na manhã desta quarta, 19, no gabinete do prefeito. Bruno afirmou ao Sargento Neto que as primeiras providencias já serão tomadas imediatamente que será a recuperação da iluminação pública da área, para salvaguardar a segurança de quem se locomove por aquela área de extrema importância para Campina Grande. “A melhoria da iluminação pública será imediata e estamos finalizando um projeto de revitalização para aquela area que beneficiará os moradores e os usuários daquele local, é importante destacarmos não só historicamente a Estação Nova, mas inclusive a utilização futura para a mobilidade urbana de Campina Grande”, destacou Bruno.

O vereador Sargento Neto destacou o abandono da área e a resposta que esta sendo dada aos moradores daquela área, após o chamarem para in-loco visitar e constatar o abandono e inclusive as invasões. “Fomos chamados e constatamos as invasões o abandono e trouxemos a preocupação ao prefeito Bruno Cunha Lima que imediatamente atendeu nossas reivindicações e já de pronto lançará um trabalho de revitalização e recuperação da iluminação pública, bem como executará um amplo projeto de revitalização completa da area e de sua estrutura, no futuro a Estação Nova será utilizada como importante instrumento de mobilidade urbana para Campina Grande”, destacou Sargento Neto.

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!