Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Economia

SENAI Realiza Grand Prix Master Class com instrutores do Centro de Ações Móveis em Campina Grande

SENAI realiza Grand Prix Master Class com instrutores do Centro de Ações Móveis, em Campina Grande

Por Coordenação de Comunicação 

 

A ação aconteceu na última semana, e envolveu cerca de 24 docentes da unidade para uma dinâmica semelhante ao Grand Prix SENAI de Inovação, realizado com alunos em etapa escolar.

Na última semana, foi realizado no Centro de Inovação e Tecnologia Industrial do SENAI – CITI, em Campina Grande, o Grand Prix Master Class, ação semelhante ao Grand Prix SENAI de Inovação, realizado com os alunos durante a etapa escolar. Na ocasião, cerca de 24 docentes do centro, que atuam em unidades móveis do SENAI em cidades da região, participaram da ação.

A ideia foi fazer com que os docentes do CITI pudessem compreender como funciona a dinâmica, na prática, quais ferramentas são utilizadas e a estrutura necessária. Com isso, capacitando-os para aplicarem essa prática pedagógica em sala de aula. Os participantes da dinâmica foram divididos em cinco escuderias, onde foram desafiados a desenvolverem projetos inovadores a partir de demandas reais das indústrias, escolhidas dentro da plataforma da Saga SENAI de Inovação.


“Quando pensamos em aplicar a prática de um Grand Prix para nossos professores, foi com o objetivo de empoderá-los desse conhecimento para que eles tivessem a coragem que outros instrutores já tiveram e conseguissem também os resultados que os outros já tiveram. O resultado é para o aluno, mas é importante que eles entendam que fazem parte da construção desse resultado”, Gustavo Andrade, gestor do Centro de Inovação e Tecnologia Industrial e Centro de Ações Móveis do SENAI – CITI/CAM.

A equipe vencedora foi a escuderia azul, composta pelos instrutores Agripino Filho, Aislan Pedro, Ezequiel Rodrigues, Euridete Nunes,Julieta Cristina e Wenderson Paz. Eles desenvolveram um projeto, cuja área de atuação era a Segurança do Trabalho, e visava atender o campo atacadista de supermercados, sobretudo o setor de estoque, que costuma utilizar empilhadeiras nos corredores. A ideia do grupo, chamada Barreira Inteligente de Segurança – BIS, se tratava de um equipamento composto de uma barreira articulada de fácil instalação e aplicação, fixada nas colunas dos expositores de cada prateleira, integrada com sensores de presença. A ideia é que, caso haja invasão da área, sejam acionados sinais luminosos e sonoros.

A equipe vermelha, com os instrutores Adilson Domingos, Fablícia Lima e Lailane Melo, ficou em segundo lugar. Eles criaram uma solução para problemas ergonômicos da Indústria de Confecção que ocasionam altos números de afastamentos e atestados médicos. O projeto desenvolvido pela escuderia é uma bancada de mesa de costura ajustável, que se autorregula ergonomicamente através de sensores motores.

Para a instrutora de vestuário do Centro de Ações Móveis, Lailane Melo, o Grand Prix Master Class foi uma experiência essencial para o entendimento sobre a prática pedagógica do SENAI. “Participar desta ação foi uma experiência bastante satisfatória para mim como instrutora. Tive a oportunidade de entender o tamanho da importância e da dinâmica que é o Grand Prix, desde a didática de sala de aula até o evento de fato. Foi um aprendizado claro, dinâmico e criativo. Além da oportunidade de interagir com áreas diferentes da que atuo, tirar dúvidas sobre o que é possível e o que não é com outras áreas, em prol de construir uma solução para a problemática abordada. Foi um momento riquíssimo como aprendizagem pedagógica. Enfim, que venham mais momentos como este.”

Em terceiro lugar, a escuderia preta, composta por Guilherme Lucas, Othon Demy, Tarcísio Oliveira, Cosme Oliveira, Rossana Pontes e Anderson Porto, desenvolveu um projeto para uma demanda solicitada pelo SENAI de Alagoas. A ideia da equipe seria uma bancada didática multidisciplinar, com o objetivo de melhorar as práticas envolvendo os conhecimentos adquiridos nas unidades curriculares nas unidades curriculares de instalações, manutenção e projetos industriais. Atualmente, o mercado oferece bancada de ensino, onde o aluno desenvolve práticas utilizando módulos que se conectam através de plugins, mas não trazem a possibilidade de trabalho com projetos que englobam outros dispositivos industriais. O produto desenvolvido pela equipe, com o nome VR Box, foi criado como um dispositivo virtual que tinha como objetivo de projetar em imagens 3D todo o processo e equipamentos do dia a dia da indústria, com o intuito de realizar testes e manutenções de diferentes protótipos que envolvem o setor.

A Saga SENAI de Inovação, iniciativa onde as demandas da indústria foram selecionadas, busca promover ações empreendedoras e inovadoras que colaborem no engajamento e preparação dos indivíduos para os desafios da sociedade, estimulando a criatividade e o senso de empreendedorismo. A interlocutora regional da Saga SENAI de Inovação, Tayze Araújo, explica que “esta é uma oportunidade para a aplicação da Metodologia SENAI de Educação Profissional em sala de aula”.

Para Tayze, os docentes, que são agentes diretos desse processo de ensino-aprendizagem, também precisam entender o funcionamento da Saga. “Os docentes são primordiais nesse processo, e proporcionar essa vivência prática através do Grand Prix Master Class para eles é uma forma eficaz de auxiliá-los numa maior compreensão do que é a Saga SENAI de Inovação, como ela acontece e como pode ser aplicada em sala para gerar melhores resultados. É a partir deles que se faz possível o desenvolvimento de ótimos projetos e é claro, a formação de alunos com capacidades e habilidades diferenciadas que irão destacá-los diante dos demais no mercado, quer seja como profissionais na indústria ou como empreendedores. E esse é o nosso maior propósito! Este foi o primeiro Grand Prix Master Class do nosso estado e a ideia é que seja replicado nas demais escolas do estado da Paraíba para que todos os nossos docentes tenham esta rica oportunidade”, explicou.

O SENAI da Paraíba segue engajado na promoção de uma melhor aprendizagem de seus alunos, e com a expertise que adquiriu nos últimos anos, tem trabalhado cada vez mais a inovação e a criatividade em sala de aula, sobretudo para estimular o empreendedorismo. Essa ação com os docentes é mais uma das iniciativas que buscam engajá-los no processo de ensino-aprendizagem cada vez mais eficiente. 

Estação News

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!