23 de julho de 2021
recadao@pagina1pb.com.br
Paraíba

Sentindo-se escanteado, Adriano Galdino manda recado para o grupo do Governador

O deputado Adriano Galdino (PSB), atual presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, não esconde seu desejo de ser escolhido vice na chapa do governador João Azevêdo (Cidadania), que vai tentar a reeleição em 2022. Em 2010, bateu na trave, quando quase foi vice do eleito Ricardo Coutinho (PSB) e acabou substituído por Lígia Feliciano (PDT).

Afirma que não guardou rancor e não guardará, se o processo ocorrer de forma transparente. “Eu quero ser ouvido, só não quero ser atropelado”, declarou, nesta quarta-feira (7), em entrevista à CBN João Pessoa. Por isso, mesmo que não seja o escolhido, se houver diálogo, ele estará firma na base do atual governador.

Galdino disse que o Avante (partido ao qual vai se filiar) se coloca à disposição do governador João Azevêdo para compor chapa, apesar de reconhecer que há outros nomes com peso na balança para fins de campanha eleitoral, leia-se, tempo de TV e recursos para gastos de campanha.

“O deputado Felipe Leitão que representa o Litoral, o deputado Tião Gomes que representa o Brejo paraibano, os deputados Junior Araujo e Taciano Diniz, que representam o Sertão da Paraíba, e Adriano Galdino que representa Campina Grande e região. Estamos na base do governador desde o início da gestão e somos merecedores de estarmos na chapa majoritária, sim, mas também reconhecemos que outros partidos como o PP que está chegando, o MDB, o DEM. Todos esses são merecedores de estarem na chapa majoritária”, afirmou.

O presidente da AL disse ainda que se não estiver na chapa majoritária será candidato mais uma vez a deputado estadual e não vai buscar uma vaga na Câmara Federal.

Divergências

Galdino também foi questionado sobre a tese de que parlamentares da base aliada estariam insatisfeitos com o governador e poderia fugir em debandada em apoio ao ex-prefeito Romero Rodrigues, virtual candidato ao governo.

O presidente disse que os parlamentares costumam criticar o governo quando não têm seus pleitos atendidos, muito por pressão de suas bases, mas nunca chegam a romper.

“É natural, mas todos os deputados vão continuar na base e reeleger João Azevêdo com toda a certeza”, analisou.

Eleitor de Lula 

Sobre o cenário nacional, Galdino não deixou dúvida: votará no ex-presidente Lula e fará campanha para ele, caso o petista seja candidato à presidência ano que vem.

Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!