Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Policial

Suspeito de 15 homicídios acaba morto após confronto com a polícia, na Paraíba

Um homem suspeito de ter praticado pelo menos 15 homicídios foi morto na tarde desta quinta-feira (22), no município de Soledade. Ele também era suspeito de participação no tráfico de drogas e explosões de caixas eletrônicos em crimes cometidos na Paraíba.

A ação foi feita durante operação conjunta entre policiais civis da Delegacia de Esperança e policiais militares do 10º Batalhão da Polícia Militar (10º BPM).

O suspeito, que vinha sendo procurado pela polícia após conseguir fugir durante a Operação Narcos, realizada em maio deste ano em Soledade, foi localizado na companhia de outros três homens, também procurados pela Justiça.

No início da operação, os policiais revistavam uma casa quando os suspeitos, que estavam na casa vizinha, efetuaram diversos disparos de arma de fogo. Durante a troca de tiros, o suspeito foi atingido, socorrido para o Hospital de Trauma de Campina Grande, mas não resistiu e morreu.

“Ele [o suspeito] tinha três mandados de prisão por tráfico, explosões a caixas eletrônicos de agências bancárias na região e um homicídio. Ele também aparece em outros levantamentos policiais como suspeito de praticar 15 assassinatos. Os três homens que estavam dando apoio a ele conseguiram fugir, mas as nossas investigações vão continuar e eles serão presos para responder na Justiça pelos crimes que cometeram”, disse o delegado seccional Henri Fabio.

Na casa onde o suspeito estava os policiais apreenderam duas espingardas calibre 12, uma delas de repetição, munições do mesmo calibre, maconha, crack e uma balança de precisão usada nos pontos de vendas de drogas para pesar entorpecentes.

O corpo do suspeito foi encaminhado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal em Campina Grande (Gemol).

 
Redação
the authorRedação
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!