Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Mundo

Terroristas explodem bombas em Teerã e invadem Parlamento

A capital do Irã, Teerã, vive momentos de terror nesta quarta-feira (7). Dois suicidas ligados ao grupo Estado Islâmico (EI) explodiram bombas no mausoléu do aiatolá Khomeini e no Parlamento iraniano, que está sob sequestro.

Criança é resgatada do Parlamento iraniano durante ataque de terroristas
Criança é resgatada do Parlamento iraniano durante ataque de terroristas

Foto: Reuters

Após a detonação das bombas, quatro outros homens invadiram o Parlamento e abriram fogo contra os funcionários, ferindo ao menos oito pessoas, entre elas dois civis.

Homens das forças iranianas se posicionam do lado de fora do Parlamento
Homens das forças iranianas se posicionam do lado de fora do Parlamento

Foto: Reuters

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou, através de sua agência “Amaq”, o ataque ao Parlamento e o atentado suicida contra o mausoléu, onde morreram pelo menos sete pessoas.

Os dois ataques foram realizados por “combatentes” do EI, disse o grupo jihadista, através da “Amaq”, que entrevista “uma fonte de segurança” do EI.

Em um segundo comunicado, a agência afirmou que o atentado contra o mausoléu de Khomeini foi realizado por dois suicidas que levavam coletes com explosivos.

Pelo menos sete pessoas morreram hoje por disparos de homens armados que invadiram o Parlamento, no centro de Teerã, fazem vários reféns, segundo fontes parlamentares citadas pelas agências semioficiais “ILNA” e “Tasnim”.

Duas horas depois do início do ataque, um dos terroristas que estava no Parlamento, detonou o explosivo que carregava, segundo a televisão estatal iraniana.

Pouco tempo depois, ocorreu um ataque semelhante, no pátio do mausoléu do aiatolá Khomeini, no sul da capital, onde uma pessoa foi morta e outras quatro ficaram feridas, segundo a “Tasnim”.

Esses ataques são raros no Irã, cujas autoridades reforçaram as medidas de segurança em torno dos edifícios oficiais, como a sede da Presidência.

Fumaça pode ser vista de janela do Parlamento iraniano após ataque
Fumaça pode ser vista de janela do Parlamento iraniano após ataque

Foto: Reuters

 Ansa e EFE

 
Redação
the authorRedação
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!