Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Esportes

Um dia após ofensiva de Nosman Barreiro, FPF amanhece cercada por seguranças

Depois de uma quinta-feira recheada de confusão, a sede da Federação Paraibana de Futebol (FPF) amanheceu nesta sexta-feira cercada por seguranças de ambos os lados. Na parte de dentro da entidade, no jardim do prédio, seguranças do presidente Amadeu Rodrigues. Na calçada, do lado de fora do prédio, um segurança do vice-presidente Nosman Barreiro.

Um dia antes, Nosman tentou assumir o comando da entidade enquanto o Amadeu Rodrigues estava na França como chefe da delegação da seleção Sub-19 que participa do Torneio de Toulon.

São cinco os homens que guardam a sede da entidade a mando de Amadeu Rodrigues. Ninguém entra até a chegada de emergência do presidente, que deixou a França ontem mesmo e tem chegada prevista para hoje.

A informações na entidade, no entanto, é de que Nosman promete retornar à FPF ainda nesta sexta-feira. Os seguranças estão na entidade desde às 6h.

Entenda o caso

Tudo começou por volta das 16h desta quinta-feira. O vice-presidente Nosman Barreiro chegou à entidade acompanhado de seu advogado e de alguns aliados, dizendo que iria tomar posse como novo presidente da FPF. A confusão, como não poderia ser diferente, foi generalizada. E os aliados do presidente Amadeu Rodrigues reagiram.

De acordo com Nosman Barreiro, o presidente deveria ter lhe passado o cargo quando viajou para a França, para onde foi como chefe da delegação da CBF no Torneio de Toulon, disputado pela Seleção Sub-20. Como isso não aconteceu, a entidade teria ficado acéfala, de forma que ele poderia requerer o cargo que tinha ficado vago.

Amadeu, obviamente, discorda de seu vice. Diz que tudo não passa de mais uma tentativa de seu ex-aliado de assumir o poder à força e que tinha deixado com o seu diretor jurídico, Marcos Souto Maior Filho, uma procuração que lhe transmitia provisoriamente o cargo de presidente. Ele diz que está voltando imediatamente à Paraíba para reassumir o seu cargo.

Amadeu Rodrigues e Nosman Barreiro foram eleitos presidente e vice-presidnete da FPF respectivamente em 12 de dezembro de 2014, com 52,85% dos votos, em uma chapa apoiada pela ex-presidente Rosilene Gomes, que tinha sido afastada do cargo meses antes. Eles tomaram posse em 2 de janeiro do ano seguinte. Entretanto, Nosman conta que quatro meses depois os dois romperam relações e, por isso, ele se manteve afastado da entidade.

A relação de ambos não era boa há muito tempo. Mas ambos estão em guerra declarada desde o mês passado, quando Nosman entrou com uma ação judicial pedindo o afastamento de Amadeu Rodrigues do cargo de presidente, almejando com isso asumir o cargo em seu lugar.

GE Paraíba

 
Redação Página1 PB
Fundado em junho de 2017, o Página1 PB é um portal de notícias sediado em Campina Grande (PB), que tem compromisso com o verdadeiro jornalismo. Afinal, o Jornalismo mudou. Mas a verdade não!