O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), descartou a possibilidade de haver novas flexibilizações no decreto que será publicado na próxima quinta-feira (20). Em entrevista ao programa Conexão Arapuan, na noite dessa segunda-feira (17), Azevêdo afirmou que a situação epidemiológica da Paraíba se inverteu. “Posso garantir que não haverá flexibilização de nada, o que pode acontecer é restrição em determinados municípios, só pode flexibilizar se for tendência de queda”, disse.

De acordo com João houve uma reversão na curva. “Estamos subindo novamente e quando começa a subir tem que fazer com que menos pessoas venham a óbito, procurem o hospital. Temos que trabalhar com a vacinação. Vamos ter paciência, sei que é difícil pedir isso depois de um ano e dois meses, mas sabemos que a vacina está aí, chegou e está sendo aplicada”, afirmou.

De acordo com a 25ª avaliação de municípios, a Paraíba registrou um salto de cidades que saíram da bandeira amarela para a laranja. “Começamos a discussão sobre o novo decreto. O mapa mostra que temos agora 2/3 de municípios em bandeira laranja e 10 em bandeira vermelha. A situação se agravou e isso logicamente se deve a compreensão que precisamos ter dessa doença”, destacou.

João lembrou que sempre que há flexibilização das medidas restritivas, que é algo ligado à área econômica, as pessoas têm a sensação de que acabou. “Infelizmente, se analisar os últimos 15 ou 20 dias, em função da Paraíba sempre estar no azul as pessoas descuidaram do uso das máscaras e fez com que os números agravassem Agora mudou a curva, voltou a subir. Os números serão avaliados amanhã para que possamos tomar as medidas”, completou.